Seja poderosa, sedutora e magnética

Home / Home / TODO O MUNDO TEM ALGUÉM, MENOS VOCÊ?

O Maior Portal de Cursos Online Para Mulheres do Brasil

TODO O MUNDO TEM ALGUÉM, MENOS VOCÊ?

SHARE
, / 2605 0

De repente, você olha para o lado e todas as suas amigas estão namorando, casadas ou em algum relacionamento que valha, enquanto você, por algum motivo que desconhece, continua sozinha – o que não significa que você não fique com ninguém -, apenas, parece que aquele cara que você quer, não te quer, enquanto aqueles que te querem, não te despertam o interesse… Que situação, heim, lindona… O que será que está acontecendo? Será que o problema é contigo? É com os homens?

Vou te falar sobre uma situação que pode acabar afastando os homens e essa informação poderá ajudar para melhorar um pouco a sua condição e poder despertar mais interesse naquele cara que você realmente está afim, que você já até “pegou”, mas que, por algum motivo, não conseguiu levar adiante e desenrolar um relacionamento com ele…

Uma coisa que você deve levar em conta, amiga, é que o homem ainda tem aquela coisa, dentro dele, de ser o “protetor” e “cuidador” da mulher. Eu sei que isso parece algo ultrapassado, ainda mais nos tempos de hoje em que a mulher vem ocupando, cada vez mais, espaço no mercado profissional, o que a torna cada dia mas independente…

Maaassss, amiga, estou falando aqui de uma condição primitiva e ancestral, ou seja, que não desaparece, simplesmente, no decorrer de alguns anos ou décadas. Isso implica na situação seguinte: quanto mais experiente a mulher vai ficando, com o passar das idades, mais independente ela fica… Consequência disso, o cara se sente um inútil e acaba, de alguma maneira, se afastando por conta de que não é incitado nele esse tal instinto de proteção.

É importante você levar em conta, lindona, que a excitação do homem está atrelada ao instinto de protetor, de provedor… É isso o que faz, literalmente, o cara ficar de p** duro. O homem se sente homem quando se percebe necessário e essa é uma situação que vem fazendo com que muitas mulheres não se relacionem, exatamente por conta de que os homens se sentem desnecessários e, simplesmente, vão embora, em busca de alguém que “necessite” da proteção e do cuidado dele.

Você já notou que aquele cara que, de repente, não deu continuidade a um relacionamento contigo, acabou ficando com uma mulher muito mais jovem que ele ou “sonsa”, daquelas com um perfil mais passivo e com características que denotam maior fragilidade? Da mesma maneira, você já percebeu o quanto algumas mulheres conseguem prender um homem, mesmo quando está na cara que ela está se aproveitando financeiramente dele, por exemplo?

Daí, diante de uma situação como essa, você olha e pensa “É óbvio que ela está com ele porque ele a banca…”, não é mesmo? Ocorre, lindona, que, independente do que ela está fazendo com ele, ainda que seja descarado a estranheza “daquele mulherão da po***, com aquele homem mediano”, mesmo assim, ela acaba acertando em cheio quando explora dele os instintos masculinos básicos: de proteção, de proveção, tal como, diante de tudo isso, ainda faz com que ele tenha que “ficar em cima dela”, o que desperta, igualmente, o seu instinto territorialista

Já na estrutura psicológica, a coisa acontece do mesmo jeito, mas em uma situação distinta…

Na psicologia, usa-se o termo Anima, que seria a contraparte feminina da psique do homem, e Animus a contraparte masculina da psique da mulher… É como o Yin e o Yang,  lindona. Acontece que quando a mulher tem o Animus muito desenvolvido, ela vai acabar atraindo para si homens com a “Anima” mais desenvolvida e, de certo, vai perder o interesse por ele, por reconhecê-lo como “fraco”. Assim sendo, mesmo que o homem “forte” e desejável sinta atração por ti, inconscientemente, para evitar conflito, ele se afastará, na medida em que perceber estar diante de uma estrutura psíquica semelhante a dele.

Essa é aquela situação que o cara paga um pau para você, mas sem encontrar qualquer tipo de explicação, acaba se afastando, te deixando cheia de dúvidas e na rua da amargura, sentindo-se a pior mulher do mundo, mesmo, racionalmente, sabendo da mulher que é…

A questão é “O que fazer com essa informação? Significa que você não deve ser independente, ou, que deve abdicar de tudo o que tem para viver na submissão, em função e na dependência de algum homem?”… Óbvio que não, lindona… Óbvio que não…

Costumo dizer que:

Somente uma pessoa muito inteligente pode se fingir de ignorante…

Isso significa, amiga, que você deve aprender a jogar e a fingir ser um pouco menos do que é.

Muito se fala sobre “os homens têm medo de mulheres fortes e independentes”… Balela, lindona. O problema não é a mulher ser forte e independente, a questão é quando ela coloca isso à frente da feminilidade dela. O problema é quando ela esfrega isso na cara do homem, situação que impede com que os instintos dele sejam despertados… Simples assim.

É bom lembrar que o homem é movido pela razão dele, mas, são os instintos dele que o norteia. Diferente disso, a mulher também é movida pela razão, mas, são as emoções dela, responsáveis por lhe dar direção… Percebeu a diferença? É simples:

Se quer atacar um homem, ataque no campo dos instintos e se quer atacar uma mulher, ataque no campo das emoções.

Mulheres que fazem de tudo para se autoafirmarem são mulheres inseguras, que precisam fazê-lo para endossar o próprio lugar dentro da sociedade. A mulher que se garante, sabe explorar bem a própria feminilidade e é exatamente isso o que desperta o senso protetor dos homens, a testosterona e o instinto territorialista deles. A feminilidade é, por si só, delicada e, de certo modo, frágil e sensível, o que não significa que possa ser entendida como sendo um ponto de fraqueza.

Fez sentido?

Portanto, lembre-se que não se trata de você ser ou não “independente”, dona de si, autônoma ou autossuficiente… A questão, lindona, é o que você coloca à frente no dia a dia… fator esse, que será responsável por atrair e evocar os instintos primitivos do homem, ou, diferente disso – partindo do que você vem fazendo -, fazer com que ele se admire pelo “mulherão independente” que você se tornou, mas que faz de você, apenas, um lugar de visitação e passagem, mas, jamis, de morada.

Vem comigo que você passa de ano, amiga…

E para  você que ainda não me conhece, lindona, eu, Vanessa de Oliveira, venho estudando o comportamento humano nas relações já há anos e, como autoridade na área de relacionamentos proponho ensinar às minhas alunas o conhecimento capaz de ajudá-las a se autoconhecerem para que possam se desenvolver num amplo espectro da vida pessoal, social, amorosa, profissional e por aí vai…

Certamente, lindona, ao se inteirar mais sobre os ensinamentos que passo através dos meus cursos, você sairá uma mulher verdadeiramente poderosa. São anos e anos, ajudando milhares de mulheres e os depoimentos a seguir falam por si, olha só:

Esses são apenas alguns, entre os milhares, dos depoimentos que recebo dia após dia, miga e não param. Eu acredito que, como uma mulher inteligente, se você chegou até aqui, certamente você está disposta e quer muito ir mais adiante, não é mesmo?

Estamos falando de um aprendizado que envolve o conhecimento sobre as estruturas comportamentais e, para isso, amiga, basta você seguir direitinho as minhas instruções e estar aberta para aprender mais sobre si mesma e sobre os homens, que a coisa simplesmente vai acontecer até mesmo sem que você perceba… Quando viu, já foi… tipo isso…

Amiga… Além de você aprender sobre O Poder da Autoestima Inabalável que tem a ver com quando uma mulher decide realmente ser poderosa e autoconfiante, você também vai aprender sobre técnicas de sedução em “Seja Sedutora Acima de Tudo”, um módulo que você irá aprender como usar seu poder de conquistar e reconquistar os homens, ao final dele, amiga, certamente você estará pronta e saberá tudo sobre as técnicas de sedução e como fazer com que ele se interesse e se apaixone novamente por ti.

Agora, o melhor de tudo, amiga – e acho que isso aqui vai funcionar mais do que qualquer remédio -, está no módulo: Como Ser Uma Deusa… Nesse módulo você irá aprender sobre como ser uma Mulher Bem Resolvida na Cama, aprendendo tudo sobre sexo e, também, sobre qual a importância desta poderosa energia na sua vida!

Você irá aprender como realmente se tornar uma Mulher com Peito de Aço, capaz de colocar novamente a sua vida amorosa e SEXUAL em ordem, lindona… Vamos lá? Ahh… Antes que eu me esqueça, que tal obter acesso também ao Clube da Mulher Magnética? Ao acessar o curso, você terá 30 dias GRÁTIS para falar comigo lindona… Bora lá… Te espero…

Mas corre, pois as vagas do Clube são limitadas.

Te espero, amiga…

Beijos…

Vanessa de Oliveira.