Seja poderosa, sedutora e magnética

Home / Home / A SUBMISSÃO É O PREÇO DA SUA PAZ? CUIDADO

O Maior Portal de Cursos Online Para Mulheres do Brasil

A SUBMISSÃO É O PREÇO DA SUA PAZ? CUIDADO

SHARE
, / 1608 0

Amiga linda, muitas mulheres me questionam se devem ou não continuar em uma relação… Essa questão é mais comum do que se possa imaginar e chega para mim a todo o tempo. É importante a gente saber separar uma situação difícil de uma situação FATAL, pois, em grande parte das vezes podemos estar buscando uma solução rápida, porém, não significa que seja a ideal.

Estar em uma relação exige um certo tipo de atenção que vai determinar o sucesso ou o fracasso dessa relação.

Como é isso?

Então, amiga… as pessoas se encontram e resolvem se envolver emocionalmente porque em algum momento houve uma atração de vibrações semelhantes. Quando isso acontece, em geral passam a se relacionar e isso é algo muito bom, há momentos especiais, a paixão toma conta da situação e as pessoas se sentem “brilhar”… E, de fato, estão brilhando porque irradiam ao seu redor toda a magia e o prazer que se dá no começo da maioria das relações relação.

A PAIXÃO é boa e faz bem até para nosso corpo físico trazendo benefícios inúmeros para a saúde, amiga!

Com a convivência elas aprendem a entender como o parceiro “funciona” e, juntos, procuram fazer tudo aquilo que agrada ao outro e é isso que faz com que a relação seja alimentada e cresça.

Contudo, muitas vezes, por vários motivos, essa relação começa a se deformar… Esse é um processo inevitável, mas se for observado desde o início, pode ser entendido, conversado e resolvido para que tudo volte aos eixos, onde a convivência é boa para os dois lados.

Em uma relação saudável, os dois compreenderão que são pessoas diferentes, mas que resolveram unir suas vidas e seguir assim, partilhando seus momentos e, para isso, ajustes são necessários.

Mas, quando a relação começa a mudar e só um, ou nenhum dos parceiros, quer de fato enxergar o que acontece e deixam acontecer, é bem provável que chegará a um ponto onde a convivência passará a ser não tão boa e, muitas vezes, insustentável.

Essas crises acontecem porque todos nós passamos por mudanças e precisamos nos adaptar às mudanças que constantemente acontecem em nossas vidas em todas as áreas, trabalho, saúde, família, amigos, e isso pode levar uma parceria a começar vibrar de forma diferente do que era no início.

É aí que os caminhos que eram paralelos, muitas vezes, começam a se distanciar. Uma conversa franca e direta pode ajudar muito o entendimento dos dois lados e assim fazerem os ajustes necessários.

É muito importante compreender que RELACIONAMENTO  e SENTIMENTO são duas estruturas distintas que podem ou não se convergir.

Mas, se os caminhos começam a se distanciar e nenhum dos lados tem interesse em resolver a questão, essa relação pode deteriorar a ponto se tornar impossível de suportar. Desse ponto para as agressões verbais e físicas, a distância é pequena.

Uma relação que passa por uma forte crise por conta da falta de cuidado e atenção a ela, muitas vezes precisa de uma terceira pessoa para ajudar o entendimento dos dois, alguém que tenha experiência e possa de fato ajudar de maneira neutra.

Porém, quando chega ao ponto em que o respeito ao ser humano já não existe, é preciso que haja uma medida mais drástica e uma separação que poderá ser o melhor para todos. É preciso se perguntar se aquilo realmente é bom para si, amiga.

Por mais que os dois estejam juntos há um tempo, se a convivência se torna algo insustentável (insuportável mesmo), não se iluda achando que de uma hora para outra a relação vai se resolver sozinha, lindona. Isso não vai acontecer.

Nesses momentos é preciso questionar a si mesma de uma forma bastante egoísta, o que de bom você está tendo com isso? Será que as questões envolvidas em uma separação como filhos, situação financeira, mudança do cotidiano, daquilo que é conhecido para algo novo e desconhecido, serão piores do que a relação deteriorada como está?

Esses pontos são muito importantes, mas mais importante ainda é o bem estar de todos os envolvidos. Não adianta querer manter uma relação abusiva, agressiva, onde todas as pessoas estão em constante tensão, amiga.

Quando uma relação termina, muitos fatores novos surgem, mas a pergunta principal é: eu estou em paz?

Claro que há sempre um período de luto, porque foi algo que acabou, mas saiba que se você acreditar em sua capacidade de dar a volta por cima, e, saiba que todas nós temos essa capacidade, amiga linda, vai olhar para trás e verá que mulher forte e poderosa você é!!

Ninguém merece ficar refém de ninguém nem de nada…

É preciso que essa confiança, fé na sua capacidade se torne sempre constante em sua vida. Assim seu sucesso como pessoa sem dúvida será alcançado, lindona!

Lembre-se, amiga: JAMAIS SE SUBMETA.

E para você que ainda não me conhece, lindona, eu, Vanessa de Oliveira, venho estudando o ser humano, num amplo aspecto (psicológico, emocional, relacional) já há anos e, hoje, como autoridade na área de relacionamentos proponho ensinar a você o conhecimento capaz de ajudá-la a se autoconhecer para se desenvolver num amplo espectro da vida pessoal, social, amorosa, profissional e por aí vai…

Certamente, lindona, ao se inteirar mais sobre os ensinamentos que passo através dos meus cursos, você sairá uma mulher verdadeiramente poderosa. São anos e anos, ajudando milhares de mulheres, amiga, e os depoimentos a seguir falam por si, olha só:

Esses são apenas alguns, entre os milhares, dos depoimentos que recebo dia após dia, miga e não param. Eu acredito que, como uma mulher inteligente, se você chegou até aqui, certamente você está disposta e quer muito ir mais adiante, não é mesmo?

Estamos falando de um aprendizado que envolve o conhecimento sobre além, apenas, das estruturas comportamentais e, para isso, amiga, basta você seguir direitinho as minhas instruções e estar aberta para aprender mais sobre si mesma, que a coisa simplesmente vai acontecer, até mesmo sem que você perceba… Quando viu, já foi… tipo isso.

No mais, é sempre bom você estar atualizada e atenta aos sinais que a vida te dá… E se você está lendo isso, nesse momento…

No meu curso, amiga, você terá tudo isso o que eu escrevi aqui nesse texto, com muito mais profundidade e mais, lindona… muito mais. INSCREVENDO-SE, CLICANDO NO BOTÃO ABAIXO, você passará a ter acesso ao melhor conteúdo sobre relacionamentos, coquista, sedução, atração e tudo mais que abrange a vida a dois…

Dá só uma olhada em todo o conteúdo que você terá acesso, lindona, e vê se dá para deixar passar essa chance:

  • Aprender através de vídeos sequenciais, qual é a filosofia de vida de uma mulher magnética;
  • Quais são as ações que você deve tomar desde o momento do encontro até na hora em que estiver se relacionando com o cara;
  • Qual é o comportamento social mais adequado que você deve passar a ter;
  • Como você deve olhar para sua história e o que fazer nas mais variadas situações em relação ao amor;
  • Como potencializar o seu poder de conquista.
  • Vai aprender como se relacionar com os homens, e como desmistificar esse “grande bicho de 7 cabeças” da maioria das mulheres;
  • Você vai saber absolutamente tudo o que eu sei sobre sexo,

E muito… muito mais…

Em outras palavras, trata-se de um processo de desenvolvimento da sua vida pessoal e amorosa que não consiste apenas em Atrair e Seduzir, mas também, de trabalhar a Autoestima e Autoconfiança que são capazes de fazer você transformar sua vida daqui para os próximos 30 Dias… Quer mais? Então tá… Você ainda terá acesso ao Clube da Mulher Magnética, onde poderá conversar diretamente comigo pelos próximos 30 dias (sem pagar nada a mais por isso)…

É mole ou quer mais…? Te espero na primeira aula, lindona…

Até nossa próxima postagem e se essas dicas foram úteis para você, COMPARTILHE nas suas redes sociais. Compartilhar é se importar, o que ajudará outras mulheres.

Vanessa de Oliveira.

Ahhh… Amiga, se quiser participar do meu  grupo de perguntas e respostas no Instagram e se inteirar sobre dicas práticas e incríveis, todos os dias…

Clique aqui e acesse meu Insta, agora mesmo!