Seja poderosa, sedutora e magnética

Home / Seja Poderosa / VALE A PENA GASTAR ENERGIA COM A VINGANÇA?

O Maior Portal de Cursos Online Para Mulheres do Brasil

VALE A PENA GASTAR ENERGIA COM A VINGANÇA?

SHARE
, / 689 0

A resposta já está na própria pergunta, lindona… Existe uma diferença entre GASTO e INVESTIMENTO. Se estou dizendo sobre “gastar energia”, então a pergunta seria: COMO ENTÃO POSSO INVESTIR ESSA MESMA ENERGIA? Pois bem… Vamos entender melhor antes de sair por aí agindo impetuosamente e desperdiçando tempo e energia com aquilo o que não vale a pena?

Em primeiro: você o trairia se ele não tivesse te traído? Pense se tem alguém por aí, na tua lista, Amiga linda, que poderia ser um amante teu em potencial… Pensou? Caso tenha chegado a alguma conclusão, ou seja, se existe alguém próximo de você digno de você passar uma noite ou outra? Será que esse cara, que você pensou, sente algo por ti além de pura atração física?

Porque estou te perguntando isso, Lindona? Simplesmente porque você deve avaliar todos os aspectos possíveis sobre o ato de vingança “paga com a mesma moeda”.

De alguma maneira, pense comigo:

você deverá estar certa sobre teus próprios valores e dar conta de que, de um jeito ou de outro, há a possibilidade de estar passando por cima dos teus próprios princípios ao decidir dar o troco.

Existe jeito certo de fazer a coisa errada? Será que quando você fizer o mesmo, não estará se igualando a ele? Será que o ato de vingança, de alguma maneira te trará paz? Justiça e vingança são dois lados da mesma moeda? Pois bem… Vamos lá, Amiga, pois quero te ajudar a pensar sobre isso para que seja capaz de decidir por ti mesma.

Pensa comigo sobre esse fato: em primeiro, você terá de ter alguém já predisposto a ter relação sexual contigo… Parece um pouco grosseiro pensar assim, mas é a realidade. Ou você está pensando em criar algum romancezinho preliminar com o amante antes de finalmente dar o golpe final naquele que te traiu? Vai ter tempo e disposição para isso?

Segunda questão: será que você se entregará para o outro com satisfação o suficiente para que te sinta bem contigo mesma? Lembre-se que caso faça apenas pela satisfação da vingança, ou seja, de atingir o outro, pode acabar dando um tiro no próprio pé no momento em que se sentir violentando a ti mesma, teus próprios valores, na medida em que age, simplesmente, por represália ou seja: por reflexo… isso tudo por decidir te entregar a um envolvimento relâmpago sem nenhum tipo de afeto… Não seria como tomar veneno esperando que o outro morra?

Já acompanhei algumas relações onde essa condição de vingança era uma premissa entre o casal: o cara traia daqui, a mulher traia de lá. O lance era que a mulher justificava trair, segundo ela, “para conseguir permanecer ao lado do marido, pois o amava muito”…

Acredito sim que ela o amava, mas, por fim, a relação se tornou insustentável de modo que a mulher passou a não mais se sentir amada e querida pelo marido e, como previsto, se separaram. Ou seja: de um jeito ou de outro, a relação chegou ao fim e ambos sofreram do mesmo jeito.

E porque sofreram? Sofreram simplesmente porque se amavam… Sexo e amor são duas coisas distintas, Lindona e é importante entender isso para acompanhar esse raciocínio que estou propondo aqui.

Muitos homens traem, como já conversamos várias vezes, por puro tesão mesmo, ou seja, não tem nenhum tipo de afeto envolvido… É puramente animal mesmo. Algumas mulheres conseguem fazer o mesmo, mas, a minhas perguntas para você são: Você conseguiria simplesmente se envolver fisicamente sem nada mais além disso? E se você fizesse isso, acredita mesmo que essa situação seria capaz de manter a continuidade do teu relacionamento de maneira saudável? O que você quer é causar dor a ele ou se satisfazer, apenas, por ter dado o troco?

Você pode até estar pensando “Não importa… Seria por pura vingança mesmo…”, então ok… Se isso te trará algum tipo de prazer e você for capaz de fazer sem te envolver com o amante ou te sentir mal depois por conta de ter violentado teus próprios princípios ao te entregar para outro cara, com o único fim de atingir aquele pelo qual você se afeiçoa de verdade… Vai lá.

Acredito, Lindona – mas essa é a minha opinião, tá? – que quando esse tipo de coisa acontece é porque de alguma forma os acordos entre vocês não foram bem estabelecidos. Portanto, se vingar ou não, não ajudará para que esses acordos sejam fortalecidos entre ti e o teu parceiro, o que nos leva a entender que, inevitavelmente, essa relação está fadada a ir para o brejo.

Penso também que, ao te lançar à vingança com o intuito exclusivo de atingir o outro, estará punindo a ti mesma pela segunda vez, pois pense:

o que estará usando como arma para essa vingança se não teu próprio corpo?

Por outro lado, caso sinta algum tipo de prazer com a situação, pode acabar alimentando em ti mesma uma condição onde poderá anestesiar teus próprios valores e abrir mão de vez dos teus princípios na medida em que internalizar que trair não é algo tão condenável assim… Isso se você não passar a gostar dessa condição, assim como já vi acontecer com algumas mulheres.

Voltando a pergunta que te fiz sobre justiça e vingança, Amiga Linda, creio que o justo seria o cara receber o que merece: a tua indiferença, a tua ausência.

Acredito que homens que não são capazes de cumprir com a própria palavra não merecem NADA nosso. Diferente disso, merecem a vida que estão se lançando a buscar: de relações vazias e passageiras, ou seja, um acrescento de zeros depois da vírgula quer refletem a condição de “zero à esquerda” que são.

Como já escrevi, Lindona, o melhor é usar a força da tua dor para te impulsionar. Isso sim seria justo, diferente de desperdiçar toda essa energia tentando causar mal ao outro e depois ainda correr o risco de se sentir vazia. Caso você se lance a usar essa mesma energia para cuidar de ti mesma, te autovalorizar, tomar a decisão de cair fora desse tipo de relação… Daí sim, creio eu, que ele poderá ser capaz de colocar a mão na consciência e ver a burrada que fez ao colocar a própria relação em risco por tão pouca aventura.

E isso vale para tudo, lindona: para relações abusivas, comportamentos violentos do teu parceiro, imoralidades, descumprimento de acordos… Evite gastar teu tempo e tua energia com aquilo o que não vale a pena. Certamente a gente pode agir de forma errada aqui e ali, ninguém é perfeito, mas é muito importante você se dar conta se isso se trata meramente de um comportamento isolado ou se já é uma característica que compõe o caráter dele, porque se for, amiga… Daí não tem jeito: caia fora enquanto é tempo.

Se esse assunto faz sentido para ti, lindona, e se você quer realmente aprender como INVESTIR a sua energia da maneira correta, vem se graduar comigo e se inscreva, agora mesmo, no meu curso Mulher Magnética: 30 dias para mudar a sua vida. Vou te ensinar a investir naquilo o que realmente importa, para que você seja capaz de tirar de letra essas situações, apenas CLIQUE AQUI e se inscreva.

Essas e outras dicas você poderá conferir e servir para dar passos cada vez mais próximos rumo ao cem porcento do teu potencial, amiga. Não perca mais tempo… Diferente disso, invista em ti mesma e se torne uma mulher Poderosa de verdade.

O curso é 100% online, todo em vídeo e você fala diretamente comigo durante 30 dias, podendo me contar sua história, e me fazer perguntas. Esse curso te ensina a ter uma autoestima inabalável, além de te ensinar técnicas de conquista e sexo que fazem os homens ficarem completamente apaixonados por você! INSCREVA-SE AGORA e mude de vez o cenário da sua vida amorosa!

Beijos.

Vanessa de Oliveira.