Seja poderosa, sedutora e magnética

Home / Seja Poderosa / MANTENHA DISTÂNCIA DOS NARCISISTAS

O Maior Portal de Cursos Online Para Mulheres do Brasil

MANTENHA DISTÂNCIA DOS NARCISISTAS

SHARE
, / 1632 0

A síndrome de Dom-juanismo ou Compulsão por sedução, trata-se de um transtorno que se faz pela necessidade compulsiva por seduzir, ou seja, a relação se torna secundária quando o que se quer na verdade é a sensação de desafio seguido da conquista e isso basta.

Isso caracteriza o fracasso relacional que culmina em relações relâmpagos com pouco, ou nenhum, envolvimento emocional.

Eu falo para minhas alunas: “Se tudo parecia perfeito, se ele demonstrava estar mega apaixonado, mas no dia seguinte ele esfriou contigo e sumiu e na semana seguinte ele já está nas redes sociais em uma nova relação super-quente… Não fique neurótica pensando onde estaria a sua falha, não tem nada a ver com você, tem homens que são assim mesmo, eles só precisam sentir que te conquistaram e esse é o tempo de vida da relação na mente deles.

São homens que, enquanto não se curarem, estarão sempre variando de relação ou dando um jeitinho para trair suas parceiras sem que elas saibam.

Há de se notar, nos caras que desenvolvem essa síndrome, que são extremamente sedutores e engana-se quem pensa que possa ser feliz a pessoa portadora dessa síndrome, pois, com o tempo, a solidão junto à impotência em construir relações, acaba por tomar a frente e eles sempre acabam deprimidos, com o passar do tempo.

Da mesma maneira, o foco predominante deles pode prejudicar no desenvolvimento de outros pilares importantes para a vida, além do próprio relacionamento, tais como o profissional; o familiar; o pessoal e até mesmo afetar a qualidade de vida.

Amigaaaaa, homens que são sedutores compulsivos não prosperam na vida, portanto, é só deixar o tempo fazer o seu papel e procurar cuidar de ti mesma.

Você pode facilmente ser levada pelo julgamento precipitado e, simplesmente, caracterizar esses homens como sendo frios ou insensíveis para com os sentimentos alheios, cujo único foco é a satisfação dos próprios interesses e desejos e, nesse caso, a sensação constante e repetida de “missão cumprida”.

Perceba, amiga, que: como ele são movidos pelo sentimento de desejo, naturalmente são insensíveis e avessos à monotonia do relacionamento, da parceria, da amizade e da cumplicidade. Tudo isso porque a relação tem como base a parceria e para formar a parceria é necessário estar presente e persistir ao lado do outro.

Não à toa, essas evidências podem facilmente ser confundidas como sendo sintomas do Transtorno de personalidade antissocial, conhecido comumente como Psicopatia.

A manipulação faz parte do hall que envolve a sedução e o alvo do sedutor compulsivo é sempre voltado para pessoas com um nível maior de dificuldade de serem conquistadas, como: mulheres desinteressadas ou indisponíveis, irresistíveis, bem sucedidas ou até mesmo “proibidas” (mulheres comprometidas).

Outras patologias vindas de um possível trauma relacional, por exemplo, podem, também, fazer com que determinados homens fujam das relações… Não é difícil também, encontrar caras assim, mas, nesse caso, não podemos confundi-los com a outra categoria.

Homens traumatizados requerem uma outra abordagem e é bastante possível reverter o quadro quando você consegue identificar isso logo de início, pois, nesse caso, estamos falando de problemas relacionados à confiança, dor, mágoa e até mesmo, por que não, valores sociais que possam ter sido comprometidos com a honra, por exemplo.

Questões que envolvem medo, insegurança, baixa autoestima, e até mesmo frustração social – o cara não se garante social/financeiramente em manter uma relação -, também podem colaborar para o surgimento desses “sedutores compulsivos”, isso porque ele buscará na provação da sua virilidade a recompensa que substitua a sensação de fracasso originada da não possibilidade de prover ou manter o status da relação, no caso de a mulher ser mais bem sucedida ou mesmo exigente além da própria medida.

Enfim, lindona… Depois de toda essa conversa, espero que você tenha aprendido a identificar os narcisistas e ficar bem longe deles para evitar se magoar ou ser feita de trouxa. Quanto aos outros dois perfis que descrevi: o traumatizado e o inseguro, que podem acabar sendo confundidos com os narcisistas, com esses, a abordagem é outra e o problema pode ser facilmente revertido se você souber jogar bem e trabalhar com a confiança.

São nos detalhes que nos superamos, amiga, e você é capaz de perceber o quanto é importante vasculhar e aprender mais profundamente sobre isso e outros assuntos que envolvem os relacionamentos? Basta estar um pouco mais atenta e aproveitar as minhas dicas!

E já que você está aqui, interessada nisso, amiga, aproveite e CLIQUE AQUI, nesse link ,e tenha acesso imediato ao curso que vai te transformar definitivamente. E para garantir a tua transformação, amiga, ainda vou te dar de brinde 30 dias para falar diretamente comigo através do CLUBE DA MULHER MAGNÉTICA… Convencida agora? 

Não perca mais um minuto da sua vida cometendo erros que podem ser evitados, lindona, ou mesmo perdendo chances que podem vir a der muito certo caso você saiba lidar com as pequenas intempéries interpretando e agindo nos detalhes… Vem comigo, lindona… Vem comigo que você passa de ano.

Beijinhos…

Vanessa de Oliveira.

021