Seja poderosa, sedutora e magnética

Home / Seja Poderosa / A SUA MENTE É RESPONSÁVEL PELO SEU FRACASSO

O Maior Portal de Cursos Online Para Mulheres do Brasil

A SUA MENTE É RESPONSÁVEL PELO SEU FRACASSO

SHARE
, / 3005 0

Quando você quer muito aprender a fazer uma coisa, amiga, ou atingir algum resultado específico na sua vida… me diga: o que é necessário? Sim… Existe um passo a passo que envolve desde conhecer sobre o que você quer fazer; conhecer pessoas que já realizaram aquilo o que você quer fazer; até que, por fim… Você faz o que? Heim?

Exatamente… Você parte para a prática, certo?

Isso porque, sabemos:

A prática é a mãe da excelência.

Entendendo isso, amiga, imagine então que, quanto mais você praticar, mais habilidade você vai se desenvolver para atingir determinado resultado certo? Isso porque a tua mente vai se adequando a gerar comportamentos específicos até que, através da repetição, esses comportamentos passam a se tornarem parte de um PADRÃO MENTAL.

Quando esse padrão se forma na tua mente, daí você passa a gastar muito menos energia para gerar esses comportamentos, isso porque as coisas vão meio que no automático, não é mesmo?

Pois bem. Vamos imaginar uma situação: você começa a fazer aula de direção com um bom professor e logo, junto com a prática, passa a dirigir tranquilamente até que nem mesmo você se dê conta mais do que está fazendo.

Isso acontece por causa dos níveis de aprendizagem:

  • Incompetência inconsciente – você não sabe que não sabe;
  • Incompetência consciente – nesse estágio, você se dá conta de que não sabe;
  • Competência consciente – aqui, você já está desenvolvendo conscientemente as suas habilidades e se dá conta de que sabe em alguma medida;
  • Competência inconsciente – nesse estágio, você nem mais se dá conta de que sabe fazer.

Pode ver, amiga, que quando você está dirigindo e já faz isso há algum tempo, naturalmente você faz sem ter que ficar pensando sobre isso. Às vezes, você chega no trabalho ou em sua casa e até se pergunta: “Nossa…! Como foi mesmo que cheguei aqui?”.

Aposto que você já passou por isso algumas vezes, não é?

Isso acontece porque é o resultado da tua mente entrando em estado automático (competência inconsciente). Portanto, veja: qualquer coisa que você buscar aprender, passará por esse processo de aprendizagem até que se torne automático. Isso porque, tem como plano de fundo a REPETIÇÃO.

Quando você pratica uma dança, por exemplo, vai passar pelo mesmo processo: desde ter de decorar os primeiros movimentos, até que eles se tornem automáticos, tudo bem até aqui?

Então… Agora, imagine que você passe por esse tal processo de aprendizagem e, de repente, esse seu professor seja um mal professor e te ensine tudo errado… O que acontecerá?

Certamente, amiga, você começará a praticar errado ao ponto de se tornar excelente em conseguir maus resultados. SIM… o processo de aprendizagem é o mesmo, e caso você insista em fazer da forma errada, assim como você é capaz de aprender o certo, seu cérebro vai fazer dos comportamentos errados, um comportamento padrão.

O problema em se aprender errado, é que daí, o seu processo para readequar os comportamentos será muito mais desafiador, visto que na sua mente, já existirá um padrão preestabelecido. Pensa, amiga: toda a vez que você for realizar um comportamento, vai ter que se policiar para bloquear o habitual (errado) para, somente então, agir da maneira correta.

Percebe o trabalho dobrado que o seu cérebro precisará fazer para dar conta do recado?

É importante você tomar bastante cuidado com os padrões mentais e se preocupar em fazer com que eles se tornem uma espécie de “programa” na tua mente, assim como um software para um computador, apto a rodar bem. Pense em uma pessoa desorganizada e que sofre com a desorganização…

Ela própria acha que aquilo faz parte da “personalidade dela”… BALELA! Isso é uma maneira que temos de romantizar as coisas, pois, na verdade, ela desenvolveu um padrão mental específico – normalmente por conta da história de vida – e está simplesmente reproduzindo isso e se acomodada nessa situação como se “ela fosse assim mesmo e pronto”

Ninguém é “assim mesmo”. Temos sim a nossa aparência (fenótipo, genótipo e biótipo) e isso pode nos diferenciar, massssss…  quando se tratam de comportamentos, esteja certa, amiga: não estamos condenadas a eles de forma alguma.

O que devemos fazer, no caso de estarmos alcançando resultados ruins – ou, até mesmo, nenhum resultado desejado, – é mudar os nossos padrões mentais e “arredonda-los” para que sejam úteis para nos ajudar a chegar (melhorando os comportamentos) onde queremos.

Se uma pessoa começa a ler um livro e desiste logo no começo; daí ela pega uma revista, dá início a uma matéria e não se empenha em chegar ao fim… Logo, estará escutando uma música de quatro minutos e, antes de a música acabar, já mudará de faixa… Sabe por quê?

Porque se tornou uma pessoa excelente em fazer as coisas pela metade.

Escuto muitas mulheres reclamarem que não conseguem se relacionar com homem nenhum, por exemplo. Após uma pequena conversa, sem maior aprofundamento, cheguei à chegar à conclusão de que todas as vezes que elas tentaram, fizeram de uma maneira errada e foram se acostumando a fazer errado.

Muitas vezes, não sabiam explorar aquilo o que elas tinham de melhor ou não prestavam atenção aos sinais e acabavam colocando a carroça na frente dos burros, o que fazia botava correr na primeira chance.

O pior de tudo, é que, mesmo depois de tudo isso, essas mesmas mulheres traziam o argumento de que “Já fiz de tudo e não consigo me relacionar… Deve ter algum problema comigo.”… Como é que é?

Não adianta você querer aprender a conquistar, a ser poderosa e irresistível, amiga, se continuar a manter essa crença de que você “não é capaz”. Aliás, a crença é algo que você constrói através da repetição ou no decorrer da sua história de vida. Até mesmo quando as pessoas vão falando isso para ti, dependendo da intensidade, você pode acabar enfiando isso na tua cabeça e passando a acreditar nisso.

Daí fica difícil conseguir alguma coisa, já que você já começa um caminho “sabendo” que não vai dar conta de chegar nem na metade.

É sempre importante ter em mente se você fez ou não o seu melhor possível, lindona, e para isso, é importante você saber reconhecer o que você tem de melhor.

E para saber mais sobre como reconhecer e trabalhar a sua melhor versão, amiga, CLIQUE AQUI e se inscreva no meu curso Mulher Magnética: 30 Dias Para Transformar Sua Vida! 

O curso é 100% online, todo em vídeo e você fala diretamente comigo durante 30 dias, podendo me contar sua história, e me fazer perguntas. Você vai aprender a transformar-se em uma Mulher Poderosa, Sedutora e que Enlouquece os Homens na Cama e Fora Dela. Esse curso te ensina a ter uma autoestima inabalável, além de te ensinar técnicas de conquista e sexo que fazem os homens ficarem completamente apaixonados por você! INSCREVA-SE AGORA e mude a sua vida amorosa!