Seja poderosa, sedutora e magnética

  • POR QUE OS HOMENS TRAEM? – Parte 1

    SHARE
    , / 433 0

    Amiga linda, quando falamos sobre “traição”, por mais que possa parecer óbvio é importante compreender o valor dessa palavra que esta além do seu significado. Traição significa uma falta de lealdade, quebra de fidelidade e confiança, para ser mais precisa: a incapacidade de cumprir com a própria palavra.

    Assim sendo, ao descobrir uma traição junto ao rompimento da confiança, naturalmente é necessário compreender, para sua própria integridade emocional e da autoestima, que o problema não está em você, mas no caráter do outro, ou seja, amiga: VOCÊ NÃO TEM CULPA! É o caráter dele que está comprometido.

    Falo isso por conta de tantas mulheres que além de terem que vivenciar a própria mágoa, ainda trazem para si a responsabilidade em forma de culpa, como se fossem elas próprias responsáveis pela canalhice do outro.

    Diante disso, cabe a você que foi traída e que se encontra de frente com a realidade de ter que lidar com a própria dor, entender que a mágoa é mais facilmente cicatrizada do que o remorso, caso haja a consciência do outro diante da própria imoralidade. Isso porque para tratar a mágoa, dependemos apenas de nós mesmos, diferente disso,

    o remorso se faz num sofrimento que depende do perdão do outro para que se cure.

    Amiga, está doendo para você agora, mas quando o homem cair na real de que o que ele fez o deixa pequeno e o torna um medíocre, terá que lidar com a própria vergonha e arrependimento. Pode apostar: a dor dele será muito maior do que esta que você está sentindo agora. Eu sei que te falar isso não serve como bálsamo, mas acho importante tratar sobre isso para que se dê conta de que junto ao remorso do comportamento dele, pode vir ainda o sofrimento proveniente da perda de uma mulher digna e fantástica que você é.

    Esse é o princípio que poderá te levar à compreensão de que a infidelidade não é necessariamente uma característica dos homens ou das mulheres, ou seja, por mais que se possa pensar e afirmar que determinadas questões socioculturais colaborem para que o homem traia com mais frequência, ou mais facilmente que as mulheres, a falta de caráter é uma característica da personalidade que não merece a confiança de ninguém.

    Veja, amiga: a traição é o ato de romper COM OS PRÓPRIOS VALOES E PRINCÍPIOS, ao passo que não há qualquer justificativa que se faça valer, ou que seja capaz de amenizar tal desvio de conduta. Por isso, insisto para que tire da sua cabeça a ideia de que se você foi traída é porque você deixou de fazer algo que devia; que não devia, ou que disse ou deixou de dizer…

    Pare, amiga com esse pensamento de auto culpa… Um homem trai uma mulher não é pelas circunstâncias; porque ela o empurra para a traição ou porque a mulher foi insuficiente, mas simplesmente porque ele quis; porque ele escolheu; porque ele decidiu e isso não tem a ver com você, tem a ver com as fraquezas dele, tem a ver com as pseudo-justificativas que ele é capaz de criar em sua cabeça imatura… Tem a ver com o caráter deformado dele.

    Contudo, amiga, é importante atentar para algumas questões que socialmente se acredita que “levam” o homem a trair, não necessariamente mais ou menos que a mulher, mas de modo a compreender o porquê dessa carga ser vivenciada diferentemente por eles, o que de algum modo torna mais cômoda a traição por parte do público masculino.

    Portanto, amiga, analise comigo alguns fatos que vão ajudar você a perceber a traição sob outra ótica que poderá ajudar para que entenda de uma forma melhor o que aconteceu contigo.

    LEIA TAMBÉM:

    1. História

    Vamos pensar no início do desenvolvimento do homem, lá no tempo das cavernas…

    Tendo por natureza determinadas capacidades desenvolvidas de forma diferente da mulher, tal como a força, por exemplo, podemos imaginar que enquanto a mulher estava gravida ou cuidando dos filhos ainda pequenos, seria o homem a prover a caça como alimento essencial para a dieta, visto que estamos falando de um período anterior ao surgimento da agricultura.

    Então pensa, amiga, que desde lá detrás, a vida já poderia ter sido difícil para a mulher que, ao assumir a responsabilidade do cuidado com os filhos, consequência disso, gerava a dependência do homem ou dos homens que faziam parte do grupo.

    O homem reproduzia e, sem ter que lidar com o “barrigão”, cabia à mulher se limitar a ficar próxima das crias e cuidá-las enquanto os homens eram os únicos que se faziam capazes de caçar, levando em conta de que lá no comecinho, praticamente a dieta era à base de carne.

    Diante desse fato, podemos pensar já no surgimento de uma cultura de valores que começou láááááá atrás e que permanece impregnado em nosso inconsciente mesmo hoje, diante da revolução do pensamento no que se refere ao papel social da mulher ao passo que ainda se impõe, sem que percebamos, na maneira como pensamos; sentimos e nos comportamos.

    Olha só: por mais que possa parecer que nossos antepassados estão longe demais de nós e que não mais são capazes de nos influenciar, saiba amiga que a interferência deles é direta e maior do que você imagina, ainda mais quando passamos gerações e gerações fazendo a mesma coisa de modo que essas informações passam a fazer parte até mesmo das nossas células.

    Assim sendo – continuando através da História -, os homens reproduzindo num maior número de mulheres e mulheres criando filhos, é um reflexo comportamental do passado, dos primórdios da existência humana.

    Daí, talvez, você pode estar pensando que estou querendo dizer que: “então os homens têm justificativa para estarem com diversas mulheres”, certo? Não amiga, não é disso que eu falo, eu estou apontando os motivos dos porquês deles repetirem e perpetuarem alguns comportamentos ainda que hoje compreendamos que não faz mais sentido, percebe? De forma alguma estou dizendo que esses motivos se justifiquem, mas sim, que podemos pensar e dar conta de que se trata de um comportamento provindo de um impulso “pré-histórico” ainda incrustrado neles.

    Olha amiga, por mais que eles tenham repetido esse comportamento de variação sexual por milênios, hoje em dia nós somos mais inteligentes e temos a capacidade da autopercepção. Somos convidados (todos nós) a refletir e nos tornar mais capacitados mentalmente, o que nos leva a entender que temos a competência de frear impulsos inconscientes desde o momento que somos alertados sobre isso, concorda?

    Veja só: durante milênios matamos animais para comer assim como matávamos uns aos outros quando nos sentíamos ameaçados, certo? Diferente disso, hoje, somos capazes de ponderar comportamentos e dialogar de modo a controlar, em alguma medida, determinados instintos, o que nos diferencia de outros animais irracionais, certo?

    Isso significa, amiga, que é 100% responsabilidade de um homem autoperceber-se, domar seus impulsos, de modo a frear um comportamento que, conscientemente, ele sabe que não é bacana. E se ele acha que trair é normal ou de algum modo te mostra que é incapaz de controlar o próprio desejo, vá por mim, amiga: liberte-se dele o quanto antes!

    Um homem que me diz que traiu porque seguiu seu instinto natural está me dizendo em outras palavras que é um animal, que é uma besta, uma anta… Que não desenvolveu a parte do cérebro que diz respeito à razão e, portanto, está em completo descontrole e incapaz de manter qualquer tipo de relação.  E amiga, nesse caso, a culpa não é sua e sim dele que não foi capaz de se desenvolver de modo a virar homem de uma vez.

    Enfim, ele trai porque é um babaca inconsequente, imaturo e movido a impulsos. Ainda que aparente idade adulta cronológica, não significa que tenha desenvolvido a maturidade, o que separa os homens dos adolescentes impetuosos e ávidos.

    E amiga, se você está sofrendo, seja falta de autoestima ou porque você não consegue ser feliz nos relacionamentos, então CLICA AQUI, deixa seu nome e e-mail que você vai assistir uma aula grátis transformadora. Eu também vou te enviar dicas para te ajudar a conquistar o amor e a autoconfiança que você merece ter. É rapidinho, não demora nem 2 segundos, CLICA AQUI e deixa seu e-mail.

    Até nossa próxima postagem e se essas dicas foram úteis para você, COMPARTILHE nas suas redes sociais. Compartilhar é se importar, o que ajudará outras mulheres.

    Beijossss!

    Vanessa de Oliveira.

    A seguir, “POR QUE OS HOMENS TRAEM? – Parte 2”.

    ASSISTA A AULA GRÁTIS

    DEIXE ELE APAIXONADO POR VOCÊ!

    Preencha os campos com seu nome e e-mail para ter acesso à aula grátis !