Seja poderosa, sedutora e magnética

Home / Seja Poderosa / APRENDA A PEGAR O HOMEM CERTO

O Maior Portal de Cursos Online Para Mulheres do Brasil

APRENDA A PEGAR O HOMEM CERTO

SHARE
, / 13415 0

E o que significa pegar o “homem certo”, amiga? Ué… em primeiro lugar, podemos pensar em um homem que acrescente na tua vida. Já falei muito sobre os cuidados na hora de escolher o cara para se relacionar, não falei? Falei sobre o cuidado que deve ter com os caras que se acham demais; com aqueles predispostos ao vício; cuidado com os arredios; com os “super” sedutores, com os inseguros etc., etc..

Então… Como seriam esses “caras certos”? Poderíamos pensar nos caras que são parecidos com a gente?

De certa forma, Amiga, se relacionar com alguém perecido contigo pode ter a vantagem do “mínimo esforço”, isso porque, não será preciso você sair da tua zona de conforto ao mesmo tempo em que o cara, de certa forma, se tornará previsível para ti.

A desvantagem será que você não sairá do lugar, pois, pensa comigo:

como você se desenvolverá, Lindona, se ao teu lado escolheu alguém que potencializa, apenas, aquilo o que já conhece em ti mesma?

Claro que eu estou partindo aqui de uma linha de pensamento específica… Mas é só para quebrar um pouco esse mito de que “o bom é aquele que parece com a gente”.

É claro que ninguém é tãaaaao parecido ao ponto de não somar em nada, mas já tive exemplos de casos assim e por mais que a química tenha rolado muito bem, o casal começou a se afundar na medida em que potencializava aquilo o que gostavam e se identificavam, por exemplo: virar a noite tomando vinho e escutando músicas.

Pode parecer bobagem pensar que uma coisa que parece tão inofensiva, simples e romântica possa ter se transformado em algo tão nocivo.

Pense, amiga, que, consequência disso, ambos começaram a se prejudicar no trabalho, na medida em que passaram a se atrasar constantemente; fora o dinheiro gasto com garrafas e garrafas de vinho (o que já não é um hábito assim, tão barato), ao mesmo tempo em que a saúde deles já começava a ir para o brejo.

Viu só, Lindona? Em pouquíssimo tempo, aquilo o que parecia ser tão legal, de forma desmedida, passou a prejudicar o casal.

Por outro lado, quando se conhece alguém movido pelas diferenças, as coisas podem entrar num equilíbrio, veja só:

Ele era da noite… (Boêmio mesmo, sabe?) Daqueles caras que adorava um bar, charuto, sinuca com os amigos etc.. Enquanto ela era do “dia”: trabalhava como personal trainer, não bebia, não fumava e nem mesmo comia carne… Pensa se isso poderia dar certo…

Pois, por incrível que pareça, funcionou muito bem. Isso porque, Amiga, na medida em que se apaixonaram, ambos foram entrando, um no universo do outro, e aprendendo mais sobre eles próprios.

Ele, aprendeu o valor de se cuidar mais e da saúde, reduziu as noitadas e isso impactou até mesmo nas finanças dele, pois passou a economizar mais dinheiro. Ela, por outro lado, deixou de ser “chata” (segundo os amigos dela), na medida em que começou a beber e socializar mais. Desenvolveu nela própria aspectos simples como: saber sentar e apreciar uma boa música e até, por incrível que pareça, melhorou profissionalmente por conta de se tornar uma pessoa “mais leve”, no sentido de não ser mais tão caxias.

Portanto, Lindona, perceba como é importante você estar atenta para essas questões e saber que nem uma coisa ou nem outra é o que fará que a tua relação de certo, e sim, o resultado da equação entre você e ele, onde ambos se potencializam um na presença do outro.

E amiga linda, se você tem dificuldade em escolher o tipo de homem para se relacionar e quando encontra um homem que vale a pena não consegue fazer ele ficar na sua, então CLICA AQUI e descubra como se transformar em uma Mulher Magnética que tem todos os homens que deseja aos seus pés!