Seja poderosa, sedutora e magnética

Home / Traição / FOI TRAÍDA? ENTERRE OS MORTOS

O Maior Portal de Cursos Online Para Mulheres do Brasil

FOI TRAÍDA? ENTERRE OS MORTOS

SHARE
, / 873 0

Em primeiro lugar, Amiga linda, é necessário que você compreenda o que é o trauma… Vamos lá: como trauma, compreendemos uma espécie de lesão emocional que ocorre como resultado de uma experiência dolorosa e de grande sofrimento, tanto emocional quanto físico. A partir disso, a consequência do trauma é o medo desmedido, exacerbado e que desencadeia um estresse tremendo na pessoa quando ela se percebe próxima ou vivenciando uma situação parecida com aquela que lhe causou dano. Após um evento traumático, é comum que a pessoa desencadeie comportamentos obsessivos compulsivos, fobias ou mesmo transtornos como o de pânico, por exemplo.

O trauma gera uma série de “gatilhos” na pessoa e é aí onde mora o perigo. Diante de situações capazes de evocar qualquer um desses “gatilhos”, a pessoa passará a agir de modo a se defender daquela situação, ainda que a circunstância seja completamente diferente daquela causadora do trauma… Por exemplo: pense numa mulher que foi assaltada numa rua escura e sofreu um impacto emocional tão forte capaz de gerar o trauma. Daí, em outro momento, essa mesma mulher está lá, linda e bela no cinema e de repente as luzes se apagam e subitamente ela entra em pânico… É disso que eu estou falando, percebe, Amiga? Veja: o fato de ela ter sido assaltada numa rua escura, fez com que a própria escuridão do cinema desencadeasse o processo de pânico, compreende? Ainda que a escuridão tenha sido o gatilho, nada tem a ver com a situação de perigo real em si mesmo.

VEJA TAMBÉM:

É claro que o exemplo que dei, diz respeito a uma situação extrema, mas usei esse exemplo para ficar clara a importância de você refletir sobre o cenário que está vivenciando e se esse, desperta desconfianças REAIS, que justifiquem seus medos ou se realmente são frutos, apenas, de pensamentos persecutórios desencadeados por traumas.

Vamos pensar numa situação em que uma mulher, que foi traída pelo marido, descobre que a sacanagem acontecia nos momentos em que ele mentia que estava fazendo horas extras no trabalho. Daí essa mulher depois de se afastar do canalha, se envolve com outro rapaz que, em certo momento, diz que não poderá encontrá-la, pois terá que dar uma esticadinha no trabalho… Consequência disso: a mulher surta com o rapaz.

Vamos lá, Lindona… Vamos entender o processo que ocorreu na cabeça da moça:

  1. A) O cara diz que terá de dar uma esticada no trabalho e desmarca com ela;
  2. B) Há o desencadeamento de pensamentos na cabeça dela, fruto das experiências passadas, do tipo: “Deve estar me traindo, aquele canalha…”; “Homem nenhum presta…”; “Isso não pode estar acontecendo comigo novamente…”;
  3. C) Ela se sente mal, frustrada, insegura, o que pode desencadear comportamentos agressivos, prejudicando a relação.

Percebe, Amiga, como acontece o processo na nossa cabeça e na maioria das vezes nem nos damos conta? Partindo desse entendimento, desse modelinho que passei : A – B – C (situação que gera o gatilho, seguido dos pensamentos que geram as emoções e comportamentos), a saída é se manter atenta quando isso acontecer e antes de surtar, verifique se existe evidências que sustentem os fatos.

Você pode parar, observar o que você está pensando e, usando o exemplo dos pensamentos citados acima, confrontá-los com perguntas do tipo: “Qual a evidência que ele está me traindo?”; “Será que realmente nenhum homem presta?”; “O que o fato de ele ter de ficar até mais tarde no trabalho tem a ver com ele ser um canalha?”.

Olha só, Amiga… Refletir sobre isso já ajudará para que teus pensamentos não te dominem a ponto de te fazerem agir precipitadamente. Com o tempo tu vai te acostumando a questionar teus pensamentos para que eles não sejam capazes de alimentar emoções negativas em ti, o que promoverá, consequentemente, para que tu faça bobagens.

Caso você se sinta confusa, procure alguém da tua confiança e exponha os fatos para que essa pessoa possa te ajudar a enxergar a situação sem distorções… Isso porque essa pessoa que tu escolheu, por não estar emocionalmente envolvida, será capaz de perceber a realidade sem contaminações.

O ideal seria que, após uma situação mal resolvida, como uma traição, você buscasse uma ajuda de um terapeuta, mesmo que fosse só para resolver isso, pois acredite: vale a pena… Melhor do que você ficar condenando suas chances de se relacionar por estar condicionada a acreditar que, por conta de ter sofrido no passado, está fadada a sofrer o resto da vida. O trauma é capaz de paralisar, Lindona… Portanto: livre-se dele.

Pense nisso, Amiga Linda e é por isso que digo para que invista mais em você mesma e aprenda a te valorizar… Quando estiver forte e bem resolvida, dificilmente será enganada, primeiro porque homem nenhum vai se dispor a colocar em risco a relação contigo e ainda que ele faça, por que se trata de um mal caráter, em vez de você chorar as pitangas por aí, vai é sair de cena, certa de que quem perdeu foi ele e que algo muito melhor está reservado para ti.

Amiga Linda, você gostou dessa dica? Então aproveita e inscreva-se no meu Curso Mulher Magnética: 30 Dias Para Transformar Sua Vida! Basta CLICAR AQUI!

O curso é 100% online, todo em vídeo e você fala diretamente comigo durante 30 dias, podendo me contar sua história e me fazer perguntas. Você vai aprender a transformar-se em uma Mulher Poderosa, Sedutora e que Enlouquece os Homens na Cama e Fora Dela. Esse curso te ensina a ter uma autoestima inabalável, além de te ensinar técnicas de conquista e sexo que fazem os homens ficarem completamente apaixonados por você! INSCREVA-SE AGORA e mude a sua vida amorosa!