Seja poderosa, sedutora e magnética

  • COMO ME LIVRAR DE UM MAU CARÁTER?

    SHARE
    , / 2394 0

    Riscar o carro do canalha; ficar com o melhor amigo dele; publicar fotos com outro nas redes sociais; botar fogo nas roupas dele… Essas são algumas dicas, Amiga linda, que você se deparará caso se predisponha a dar uma pequena olhada em alguns sites sobre questões que envolvem esse tema. Alguns blogs colocam até mesmo depoimentos de garotas que se predispuseram a agir das maneiras mais bizarras que você pode imaginar.

    Para tudooo, Amigaaaaa… O caminho é outro.

    A vingança é um prato que se come quente mesmo, esqueça esse troço de “comer frio”, pois isso significa ser punida duas vezes. Acredito que todas as pessoas já sentiram raiva algumas vezes na vida e no teu caso não deve ter sido diferente, não é mesmo? Responda então: você se sente bem alimentando a raiva dentro de você? Provavelmente deve estar pensando que isso não é algo que se escolhe fazer e que a raiva simplesmente vem e te envolve ao passo que tudo o que pode fazer é pensar numa maneira de extravasar, estou certa?

    E porque não, Lindona, colocar para fora de modo que o outro sinta a fúria que causou em você, não é mesmo? Errado. Vou contar uma coisinha que talvez não saiba, Amiga: a justiça é o mais devastador modo de se vingar… Pensa comigo: O que o cara vai sentir quando passar pelo seu ato de vingança movido impetuosamente pela ira? Normalmente será repulsa.

    Diante disso, saiba que a aversão passa e o que restará para ele será a lembrança de uma maluca “mal amada” que o perseguiu. Por fim, tudo o que ele irá querer será manter distância de você, ao passo que deveria ser você a querer distância dele, estou errada?

    Segure tua emoção, Linda, e vou explicar um pouco sobre como agir de modo que o cara prove do próprio veneno e da pior maneira: usando a força dele contra ele próprio… Vamos entender:

    Escrevi no texto “Porque os homens traem?” sobre algumas motivações que mobilizam os caras a trair suas parceiras e, em todos os pontos que descrevi lá, inevitavelmente, há a vaidade como motricidade. De maneira cirúrgica, Amiga, é importante investigar para compreender o lugar certo para desferir o golpe, e isso significa: paciência e paciência = menos esforço e letalidade.

    A pergunta seria: Como? Pois bem…

    Vamos lá?

    1. A decisão é tua

    Tome as tuas decisões antes que ele as tome por você. Dependendo da forma como ocorreu e foi descoberta a traição, Amiga, será necessário que algumas medidas sejam tomadas. Como já escrevi no texto “Foi traída? Supere e dane-se o babaca algumas mulheres optam por dar sequência na relação e outras por darem fim nelas.

    Independente do caminho que você irá seguir é importante que parta de você as decisões de modo que, além de ter sido traída, você não se submeta a um papel passivo diante da situação esperando a decisão dele sobre se irão ou não continuar… Erga a tua cabeça, miga, pois caso você se ponha nessa condição subserviente, a coisa tenderá a piorar e muito, pois é aí que a tua autoestima vai para o brejo mesmo e ele vai perder o mínimo de respeito que talvez ainda reste por você.

    Você precisa ser forte e colocar a razão na frente da emoção… Deixe com ele o papel de suplicante.

    Caso ele tome a decisão, antes de você, do tipo “pegar as coisas dele e ir embora”, essa situação gerará em ti a sensação de estar sendo abandonada. Esse sentimento ocorre inconscientemente e é nesse momento onde muitas mulheres voltam atrás, simplesmente porque querem ganhar mais um tempo para pensar na situação de modo que isso culmina na atitude de impedir que o cara se mande. Olha só como uma simples tomada de atitude pode mudar todo o quadro, amiga:

    • O cara chega em casa e encontra tudo o que é dele separadinho e empilhado num canto da sala, por exemplo. Será ele quem irá querer conversar com você a fim de tentar suprir a própria falta de caráter, com qualquer tipo de explicação de mer** a fim de ganhar tempo devido ao fato dessa cena tê-lo pego de surpresa. Agir de modo inesperado, o colocará na condição de despreparo diante do rumo que a própria vida poderá tomar. Pensamentos como: “Para onde vou?”; “Como será a nova rotina sem ela?”; “Será que darei conta de viver sozinho…”; “Voltarei para a casa dos pais ou pedirei abrigo a algum amigo?”, serão inevitáveis para ele diante dessa situação;
    • Ignore qualquer tipo de tentativa de explicação provinda dele, Linda… Uma vez que escutar o que ele tem a dizer, de algum modo você estará o abrandando da consciência dele. Isso o deixará aliviado e certo de que “tentou” refazer as coisas, mas quem preferiu terminar tudo foi você. Diferente será se ele sair com a consciência de que a relação terminou pela falta de caráter e moral dele, ou seja: a responsabilidade será toda dele, junto à culpa que carregará.

    Para ilustrar melhor, veja como é diferente pensar numa determinada situação em que teu chefe te “mandou embora” e, em outra perspectiva, servindo do mesmo caso, uma situação em que “você fez por onde ser demitida”… Percebe que existe uma diferença sutil entre as duas óticas ainda que se trate do mesmo caso? No primeiro exemplo, você foi mandada embora, ou seja, você foi vítima de uma fatalidade e nada poderá fazer a respeito, já no segundo, a responsabilidade da demissão está por sua própria conta.

    Seguindo esse exemplo, miga: deixe que ele saia carregando a própria culpa das ações imorais que cometeu e ponto.

    Tomar decisões é um tipo de vingança que não se espera, Amiga… Ainda que se possa pensar que “surtar”, brigar ou fazer escândalos seja uma maneira de agir, levar em conta que essas ações são meramente reflexos das próprias emoções descontroladas, tira de você todo o mérito de “decidir”. Decisão consiste em agir com a razão e consciência, Amiga linda… Consciência, por sua vez, significa estar a par das consequências que deverá assumir a partir de determinada ação, entende?

    Pensando então no outro exemplo, em que você se remói e espera que ele aja no teu lugar, quem ficará com o “não”, será você, o que inevitavelmente lhe trará, além da mágoa por ter sido traída, a dor de ter sido abandonada, assim sendo: uma punição dupla.

    Para um homem narcisista e egocêntrico, receber um “NÃO” é uma punhalada em seu coração, porque veja: o cara trai a mulher porque se acha, Amiga… Porque pensa que todas as mulheres do mundo precisam conhecê-lo e na medida em que você mostra o contrário e o manda pastar, ele irá querer desesperadamente provar para ele próprio que, ainda que você esteja agindo assim, no fundo o ama e o quer de volta. Esse tipo de pretensão fará com que ele aja de modo a tentar buscar o próprio orgulho de volta e para isso, dependerá que você o aceite de volta mesmo depois do que ele aprontou.

    Caso o aceite, Amiga, apenas tenha em mente que você estará reforçado o comportamento dele na medida em que ele se der conta de que mesmo depois do que aprontou, é tão irresistível que você seria incapaz de viver sem ele… Em outras palavras: você aceitou ser traída. “Onde passa um boi, passa uma boiada”… Acha mesmo que depois disso ele vai se aquietar do teu lado? O mais provável é que permaneça contigo tempo o suficiente para colocar a vida dele em ordem e, após ter certeza de que realmente não te quer mais, te dará um belo pé na bunda.

    Lembre-se: a decisão é sua.

    1. A força pode ser usada ao teu favor e não necessariamente contra ele

    Que força é essa?

    Vamos tomar um pequeno exemplo, amiga: pense naqueles bolos maravilhosos de casamentos ou de festas infantis… Imagine você recebendo um belo pedaço. Pense agora no sabor que ele terá na medida em que levar uma bela garfada até a sua boca… Pensou? Pois bem. Agora imagine que esse mesmo pedaço venha todo amassado, triturado e deformado no seu prato… Qual seria a sua primeira reação? Talvez sentisse certa repulsa, a princípio, se bobear, nem mesmo o provaria, estou certa? Mas vamos lá: o sabor não seria o mesmo?

    Onde quero chegar? Observe que ainda que o bolo esteja todo misturado no seu prato; ainda que a aparência possa ser aversiva de modo a te causar até mesmo nojo… Ainda assim é capaz de preservar em si o mesmo sabor. A energia se revela da mesma maneira. Já percebeu que para uma ostra produzir uma pérola é necessário que ela se “incomode”? Essa reação natural ocorre quando pequenos parasitas tentam perfurar a ostra com o fim de se reproduzirem.  Ao defender-se do intruso, ela o ataca com uma substância segregada pelo manto, chamada nácar ou madrepérola.

    Quanto ao primeiro exemplo, o do bolo, observe que a energia poderosa dentro de ti pode vir mascarada de várias formas, até mesmo, nesse caso, como raiva, o que conduziria você a exprimir em forma de vingança, por exemplo. Vou usar as frases de alguns pensadores para que fique mais clara para ti essa situação:

    Tudo o que começa com raiva, acaba em vergonha. (Benjamin Franklin);

    Guardar raiva é como segurar um carvão em brasa com a intenção de atirá-lo em alguém; é você que se queima. (Buda);

    Se você é paciente em um momento de raiva, você evitará cem dias de sofrimento. (Provérbio chinês);

    E a que mais gosto:

    Aprendi através da experiência amarga a suprema lição: controlar minha ira e torná-la como o calor que é convertido em energia. Nossa ira controlada pode ser convertida numa força capaz de mover o mundo. (Mahatma Gandhi).

    E aí??? Faz sentido para ti, Mulher? Levando em conta de que se trata de uma “força”, porque não se servir dela ao seu favor e por consequência acabar atingindo o outro em cheio? Como? Para isso, vamos nos servir do segundo exemplo acima: o da “ostra, superar-se de modo a usar essa energia como motricidade para se autodesenvolver, trata-se da melhor escolha que você pode vir a realizar, amiga.

    Uma vez que você se decidiu, como no primeiro tópico, e deu finalmente um pé na bunda do malandro, ressurgir como uma fênix: mais poderosa; mais radiante e mais linda, será o troco necessário de modo que, em vez de ter dedicado seu tempo para ele, serviu-se de toda a energia para ser melhor para si mesma e de quebra ainda o deixou com o gosto da indiferença junto com o desejo por aquilo o que ele não terá mais a chance de obter: VOCÊ em sua melhor versão.

    Li uma matéria esses dias que contava sobre uma mulher emagreceu 47 kg quando descobriu que marido e a amante a chamavam de “gorda”. “Eu não sabia o que fazer naquele momento. Eu pesava mais de 118kg e estava com um bebê de seis meses. Agora eu sinceramente sinto que o que ele fez foi uma bênção, porque caso contrário eu ficaria daquele jeito para sempre”, afirmou Betsy, a traída, ao jornal britânico.

    Fantástico não é, miga? Ilustra exatamente o que propõe esse tópico e caso queira procurar para te inspirar, existem vários casos como esse em forma de depoimentos na internet. Eu mesma já lidei com algumas situações onde mulheres se serviram da dor como válvula propulsora para dar a volta por cima. Claro que é necessário ser bastante resiliente, mas, lendo e se inteirando sobre casos como esse, ajudará para que você seja capaz de notar que não é a única mulher no mundo a passar por esse tipo de situação… Não que isso minimize a tua dor, mas ao menos poderá servir pra ti como inspiração de modo que você possa tomar decisões mais assertivas e construtivas e seguir adiante.

    LEIA TAMBÉM:

    Por fim…

    1. Procure sempre estar com alguém que supere o seu ex

    Observou, Amiga, que os dois primeiros exemplos cabem também para o caso de você decidir continuar com o cara? No primeiro tópico que trata sobre a “decisão”, caso escolha dar uma segunda chance para ele, deve ser você quem tomará a iniciativa de sentar, pontuar as coisas e se abrir, diante dos novos acordos, para um novo começo. Diferente disso seria se você ficasse sofrendo de maneira passiva, ao passo que a situação fosse se acomodando ao ponto de você nem mais querer tocar no assunto… Isso não é resolver e sim: empurrar com a barriga.

    No segundo tópico “usar a força ao seu favor”: ainda que opte por ficar com ele mesmo assim, deve buscar investir em você a todo o custo. Muitas traições também podem ocorrer quando ainda há o sentimento de um pelo outro. Acontece quando, tanto a mulher quanto o homem, vão abrindo mão de si mesmos, da aparência e dos cuidados com o próprio corpo. Novamente falando: não que isso justifique a traição, mas não podemos descartar que muitas pessoas não dão os devidos valores aos conceitos morais e acabam traindo como forma de amenizar as próprias carências ou necessidades.

    Não diferente, nesse terceiro tópico, também tratarei de uma questão crucial que envolve tanto o caso de você se separar quanto no caso de querer manter a relação.

    Na primeira situação, caso você se separe, naturalmente que ao investir em si mesma e se tornar uma mulher renovada e melhorada, será justo que se reserve a encontrar alguém à altura, não é mesmo, gata? É uma questão de lógica: você apenas conseguirá algo diferente quando passar a agir de modo diferente… Concorda?

    Em contrapartida, quando se trata da vaidade do homem, ser trocado por alguém melhor do que ele é como uma lança no peito. Tudo porque é da natureza dos narcisistas se sentirem como a última bolacha do pacote, ao passo que, ter de lidar com a sensação de terem sido superados, fere o ego deles ao ponto que terão de enfrentar o reflexo mental deformado deles mesmos.

    Já lidei com casos onde mulheres superaram seus ex ao ponto em que, pouco tempo depois, se envolverem com parceiros de melhores níveis… Num caso específico em que trabalhei com uma mulher que havia largado o cara por traição da parte dele, anos se passaram até que ele conseguisse finalmente se envolver sério com outra garota. Para ele, após conviver com a situação de ter sido superado pela minha cliente, fez com que acreditasse ter deixado escapar a “mulher da vida dele”… Ela, por sua vez, recebia mensagens dele, e-mails e até ligações implorando por “mais uma chance” durante anos.

    Acontece que ela, enquanto protagonizava aquela relação doente – que durou uns dois anos mais ou menos – não encontrava forças para se levantar ao passo que foi necessário algo drástico como a descoberta de uma traição para que ela finalmente tomasse atitude.

    O que ocorreu nesse caso, amiga, foi que: envolvida em uma relação adoecida, a mulher adoeceu física e emocionalmente ao passo que passou a refletir a aparência doente da relação. Isso acontece com muitas mulheres que persistem em relações doentias, seja por acomodação ou por orgulho, e que por fim acabam assumindo a forma da relação. Quando conseguem encontrar forças para finalmente superar essas relações, naturalmente vão retomando a forma original.

    Essa transformação pós-ruptura é tão abrupta, amiga, que o ex passará a finalmente te enxergar de novo através da forma como te conheceu e não como te deixou, consegue compreender?

    Mas onde isso se encaixa caso você decida permanecer ao lado do cara? Simples… Será ele quem deve se comprometer a ser um cara melhor, renovado e justo. Parece utópico de certa maneira, não é? Visto que é claro que para te ter de volta ele prometerá mundos e fundos… Nesse caso, Amiga, caberá a você reconhecer teus próprios limites ao ponto de evitar que ele faça contigo o que já fez ou, diferente disso, caso ele realmente melhore: que você seja capaz de reconhecer o comprometimento dele com a mudança em prol da saúde da relação e, assim, de volta ao início: “A decisão deve ser tua”.

    Espero que essas pontuações tenham te ajudado nessa difícil tarefa que é agir diante uma traição, Amiga. Do mesmo modo que tenha servido para se dar conta de que servir da JUSTIÇA como vingança é nada mais do que usar toda a força em prol de si mesma, o que inevitavelmente acabará atingindo o outro em cheio sem que você desperdice seu tempo com ele, ao contrário: agirá investindo esse mesmo tempo e energia em ti mesma.

    Amiga Linda, você gostou dessa dica? Então aproveita e inscreva-se no meu Curso Mulher Magnética: 30 Dias Para Transformar Sua Vida! Basta CLIQUE AQUI!

    O curso é 100% online, todo em vídeo e você fala diretamente comigo durante 30 dias, podendo me contar sua história e me fazer perguntas. Você vai aprender a transformar-se em uma Mulher Poderosa, Sedutora e que Enlouquece os Homens na Cama e Fora Dela. Esse curso te ensina a ter uma autoestima inabalável, além de te ensinar técnicas de conquista e sexo que fazem os homens ficarem completamente apaixonados por você! INSCREVA-SE AGORA e mude a sua vida amorosa!

    Beijossss!

     

    ASSISTA A AULA GRÁTIS

    DEIXE ELE APAIXONADO POR VOCÊ!

    Preencha os campos com seu nome e e-mail para ter acesso à aula grátis !