Seja poderosa, sedutora e magnética

Home / Traição / É POSSÍVEL CONTROLAR O CIÚME?

O Maior Portal de Cursos Online Para Mulheres do Brasil

É POSSÍVEL CONTROLAR O CIÚME?

SHARE
, / 1860 0

O ciúme pode ser interpretado como uma EMOÇÃO desencadeada nos seres humanos e em outros animais (mamíferos) já que o mesmo tem a ver com a necessidade de preservação de algo. A questão é: como se comportar quando ele surge? Essa emoção é despertada por uma ameaça evidente ou imaginária? Quais são as consequências físicas/ psíquicas que esse desiquilíbrio emocional gera a você?

É espantoso como o ciúme, que passa o tempo a fazer pequenas suposições em falso, tem pouca imaginação quando se trata de descobrir a verdade. (Proust)

O ciúme, Amiga linda, tem como parte da estrutura um complexo de pensamentos e emoções, dentre elas: raiva, humilhação, medo, ansiedade, tristeza, depressão e até inveja da “rival” bem sucedida.

É interessante, Lindona, você saber que o ciúme tem como princípio a PROTEÇÃO do relacionamento ou do cara que você tem interesse, a questão é que, não necessariamente, essa emoção pode surgir relacionada com uma ameaça real, o que faz com que acabe promovendo ações/comportamentos que se fazem diante de ameaças imaginárias.

O ciúme não se limita necessariamente às relações amorosas, pois pode também se estender às relações fraternais ou até mesmo a objetos.

O fato, amiga, é que o ciúme, inerente ao ser humano, também pode se enquadrar em casos de ciúme patológico, ou seja, o ciúme excessivo que se revela diante de pensamentos infundados ou irreais, podendo te conduzir às emoções que, por vezes, terminam em ações que põem em risco a tua realidade pessoal/social e é aí que está o problema.

Mas calma, amiga… O ciúme é importante para o desenvolvimento de qualquer indivíduo devido ao fato de estar ligado às questões de convivência social e de sentimento gerado pelo pertencimento a determinados grupos.  Nesse caso, esses fatores colaboram diretamente para a saúde psicológica e até física do ser humano.

Portanto, percebe como o ciúme, em certa medida, é importante? A questão está em você achar o ponto certo para que não te cause transtornou ou ao cara que está contigo.

COMO LIDAR?

Não existem fórmulas para lidar com as emoções, apenas, o que posso dizer é que, ao desenvolver cada vez mais a consciência sobre ti mesma, isso ajudará para que compreenda melhor sobre o que você está sentindo ao ponto de você ser capaz de avaliar se teus comportamentos, ou mesmo o que sente, estão de acordo com a realidade ou com os fatos.

Ainda que não seja possível evitar certas emoções, é importante você saber que PODE SIM controlar os comportamentos e é aí que entra essa tal “autoavaliação”.

Embora os pensamentos também possam ser classificados como “comportamentos subjetivos”, por mais que pareçam surgir do nada – e o tempo todo – em “nossas cabeças”, há a chance de você direcioná-los a fim de que produzam estados emocionais mais saudáveis e produtivos.

Acontece, Amiga, que o cérebro, por si só, não é capaz de separar a realidade da fantasia… Observe os sonhos, por exemplo. Assim sendo, na medida em que teus pensamentos não são controlados, ou avaliados, por ti mesma, passam a servir como alimento para as reações emocionais que surgem instintivamente da nossa parte mais primitiva que prefere errar pelo excesso, que por em risco sua sobrevivência ou desenvolvimento.

LEIA TAMBÉM:

Exemplo disso, você pode pensar em como, hoje em dia, o ciúme é alimentado absurdamente diante do surgimento dos cenários virtuais (redes sociais, chat’s, emais etc.).

Trabalhei em um caso, certa vez, de uma mulher que, mesmo depois de se separar alimentava o ciúme obsessivo através de sua rede social do ex. Dizia “se sentir mal ao olhar as fotos dele com outras garotas” ao mesmo tempo em que não conseguia parar de verificar suas atualizações dia após dia.

Esse comportamento culminou na relação que tinham com a filha, visto que, com o tempo, a mãe começou a usar a filha para atingi-lo. Somente após perceber o dano que seus comportamentos – reflexo do descontrole emocional – estavam causando em sua vida e daqueles que amava, foi que decidiu procurar ajuda profissional.

Usei esse caso como exemplo para você perceber o quanto o comportamento “investigativo” dela, dia após dia, acabou se tornando um hábito que, por consequência, colaborava para o surgimento de pensamentos que sustentavam a debilidade do estado emocional dela própria.

Amiga Linda, você gostou dessa dica? Então aproveita e inscreva-se no meu Curso Mulher Magnética: 30 Dias Para Transformar Sua Vida! Basta CLICAR AQUI!

O curso é 100% online, todo em vídeo e você fala diretamente comigo durante 30 dias, podendo me contar sua história e me fazer perguntas. Você vai aprender a transformar-se em uma Mulher Poderosa, Sedutora e que Enlouquece os Homens na Cama e Fora Dela. Esse curso te ensina a ter uma autoestima inabalável, além de te ensinar técnicas de conquista e sexo que fazem os homens ficarem completamente apaixonados por você! INSCREVA-SE AGORA e mude a sua vida amorosa!